terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Migração

"Amar é ter um pássaro pousado no dedo.
Quem tem um pássaro pousado no dedo sabe que,
a qualquer momento, ele pode voar”
Rubem Alves


Por mais que o amor fosse certeza e não mais precisasse de provas pra se saber amor, as escolhas individuais e o amor primeiro do eu falou mais forte.
Então com um sorriso nos lábios e nenhuma promessa, despediram-se com o coração alegre. Não era um adeus, não existia a distância, mas havia o desejo de encurtá-la a cada pensamento.

4 comentários:

Polly disse...

é pássaro que pode partir, mas que canta qdo fica...

linda a citação, linda a reflexão!

Beijo

Mah Trevizan disse...

Realmente, muito bonito o seu post :D

Passando pra agradecer a sua visita ao meu Blog, volte quando quiser, será sempre bem vinda! ^^

Seu blog é uma graça, adorei e estou seguindo também! ;)

Um beijo :*

Carolina de Castro disse...

Sentir amor já basta né?
O importante é vivê-lo.
Independente de qualquer convenção social!
Qualquer distância.
Eu penso assim!
Beijos

Denise Portes disse...

Lindo seu blog, gostaria que você fosse conhecer o meu www.odeliriodabruxa.blogspot.com
Um beijo
Denise